Google search engine
Home Blog

Razer se prepara para a CES 2024 com grandes inovações

0

A Razer, marca líder mundial em estilo de vida para gamers, anuncia avanços revolucionários nas telas da próxima geração de laptops gamer, incluindo os modelos Razer Blade 16 e Razer Blade 18.

Essas inovações de ponta, programadas para serem detalhadas em um grande anúncio na CES 2024, prometem redefinir a experiência de jogos e destacar o compromisso da Razer com a vanguarda da excelência tecnológica.

Razer Blade 16: Apresentando a Primeira Tela OLED de 16” e 240Hz do Mundo

O Razer Blade 16 está pronto para redefinir a experiência de jogos com a primeira tela OLED de 16” e 240Hz do mundo, desenvolvida em colaboração com a Samsung Display. O novo recurso oferece:

Velocidade e precisão excepcionais: Taxa de atualização de 240Hz e tempo de resposta de 0,2ms que possibilitam maiores taxas de acerto e tempo de ativação reduzido.

Qualidade de Imagem Excepcional: A resolução QHD+ (2560x1600) oferece imagens mais vívidas e imersivas.

Clareza Cristalina: O Blade 16 é também o primeiro laptop certificado ClearMR™ 11000 pela VESA. Essa certificação garante um mínimo de desfoque e máxima nitidez.

Contraste Profundo e Cores: Uma relação de contraste de 1M:1 e a certificação VESA DisplayHDR True Black™ 500 proporcionam profundidade impressionante e vibrante.

“Estamos muito empolgados por colaborar com a Razer no Blade 16 de 2024, apresentando a primeira tela OLED de 16” e 240Hz para o mundo dos games. Este display inovador não apenas demonstra nosso compromisso em avançar na tecnologia OLED, mas marca um momento significativo na evolução dos displays gamer”, afirma Hojung Lee, chefe da equipe de Planejamento de Produtos Móveis da Samsung Display.

“As normas da VESA são projetadas para elevar o desempenho da tela e as experiências in-game. Aplaudimos os esforços da Razer em obter as certificações ClearMR e DisplayHDR True Black da VESA para o novo laptop Blade 16. Alcançar uma classificação ClearMR 11000 em um laptop estabelece um novo padrão de clareza nas telas para jogos”, diz Bill Lempesis, diretor executivo da Video Electronics Standards Association (VESA).

Razer Blade 18: O Primeiro Display de 18” e 4K a 165Hz do Mundo

O Razer Blade 18 se propõe a estabelecer um novo padrão em laptops gamer de tela grande a partir do primeiro display 4K de 18” e 165Hz do mundo. Como o Blade mais poderoso da linha, a Razer é capaz de explorar totalmente as capacidades dessa alta resolução para proporcionar aos jogadores e criadores uma experiência visual deslumbrante. A nova tela do Blade 18 foi projetada para oferecer:

Resolução ultra-alta: A clareza 4K oferece detalhes e nitidez incomparáveis a telas maiores. Este espaço adicional permite aos jogadores uma experiência mais imersiva e o espaço necessário para os jogadores ajustarem e aproveitarem confortavelmente cada detalhe.

Taxa de Atualização Elevada: Uma taxa de atualização de 165Hz garante que a gameplay seja suave e fluida. Essa característica melhora a experiência de jogo e a sensação geral ao navegar ou realizar tarefas diárias.

Tempo de Resposta de 3ms e Suporte NVIDIA® G-Sync®: Com essa tecnologia o usuário pode dar adeus ao tearing de tela. A NVIDIA G-Sync oferece uma experiência única combinada a um tempo de resposta de 3ms.

Até 100% do Espaço de Cor DCI-P3: Cobrindo 25% a mais de espaço de cor do que o sRGB padrão, oferece imagens mais vibrantes e as experiências que os criadores desejam.

Excelência de tela unificada nos Razer Blades

Ambos os displays dos Razer Blade 16 e 18 são verificados pela Calman, garantindo que os produtos tenham maior precisão de cores desde o momento que são retirados de suas caixas. Cada painel passa por uma calibração de fábrica individual que proporciona uma gama de cores DCI-P3 100% para imagens mais fiéis à realidade. Além disso, a construção integrada de alumínio CNC de alta qualidade, a proporção de 16:10 (com até 89% de relação tela-corpo) e as molduras ultrafinas criam uma experiência visual imersiva que é tão impressionante visualmente quanto durável.

Revelação Completa na CES 2024

As telas inovadoras representam apenas uma pequena parte do que a geração completa dos laptops Razer Blade 16 e Blade 18 de 2024 vai oferecer.

“Estamos incrivelmente animados para revelar essas tecnologias de telas inéditas durante a CES 2024. A colaboração com a Samsung Display no Blade 16 e o nosso compromisso em oferecer a melhor experiência visual com o Blade 18 representam uma nova era nos laptops para jogos”, afirma Travis Furst, chefe da divisão de notebooks e acessórios da Razer.

Mais detalhes da nova geração de laptops Razer Blade serão revelados na CES 2024.

Os visitantes da CES 2024 podem experimentar os novos laptops Razer Blade no estande # 15054 da Razer, no Central Hall, ou participar da transmissão ao vivo da nossa comunidade durante a CES 2024.

Análise | Samsung NVMe SSD 2TB 990 PRO entrega poder e performance altíssimos

O Samsung 990 Pro é a tão esperada evolução do conhecido 980 Pro. Destacando-se como o drive mais veloz em nossos testes, ele supera até mesmo o concorrente Western Digital (WD) SN850X em números. Disponível inicialmente nas capacidades de 1TB e 2TB, com preços de R$ 1.075 e R$ 1.349, respectivamente, o 990 Pro ainda conta com uma versão de 4TB. Ofertado com ou sem um invólucro, e com a opção de um dissipador de calor RGB, o 990 Pro utiliza o recém desenvolvido controlador Pascal da Samsung e a inovadora flash V7 TLC, formando uma combinação que promete desempenho mais rápido e eficiência aprimorada.

Recebemos em nossa redação o SSD através da Samsung. Nossa análise é baseada em testes feito pelo PC e no Playstation 5. Utilizamos ele em todos os momentos que fizemos análises de outros jogos.

Incorporando os típicos recursos da Samsung, como suporte de software com a aplicação Magician atualizada e opção de criptografia, o 990 Pro é projetado para se integrar a uma vasta gama de dispositivos, desde desktops e laptops até o console PlayStation 5 (PS5). Como a mais recente adição da Samsung à linha de SSDs PCIe 4 para consumidores, o 990 Pro busca se posicionar entre os melhores SSDs em termos de desempenho, e, de acordo com nossos testes, ele cumpre essa promessa.

O Samsung 990 Pro é lançado inicialmente em capacidades de 1TB e 2TB, prometendo impressionantes taxas de leitura e gravação sequenciais de até 7450/6900 MBps, juntamente com até 1,4 milhão/1,55 milhão de IOPS de leitura e gravação. Esses números não apenas são competitivos, superando o modelo anterior, o 980 Pro, em todos os aspectos, mas também prometem superar os concorrentes como o SK hynix Platinum P41 e o WD SN850X.

O Samsung 990 Pro oferece suporte à criptografia TCG Opal, uma característica não comum em muitos SSDs de consumo, e proporciona 600TB de gravações garantidas por TB de capacidade. A classificação de resistência segue o padrão JEDEC JESD218, embora seja em grande parte irrelevante. As classificações TBW são comuns, mas devem ser mais do que suficientes para a utilização planejada do drive.

A Samsung disponibiliza uma variante com dissipador de calor e RGB em cada capacidade, seguindo a tendência do WD SN850X. O modelo de 4TB também conta com essa opção, algo que não estava presente no SN850X. O Platinum P41 talvez seja um pouco menos atrativo por não oferecer uma variante com dissipador de calor. O dissipador de calor do Samsung 990 Pro atende ao padrão PCI-SIG D8, garantindo uma altura inferior a 8,8mm para se ajustar a diversos dispositivos, incluindo o PS5. Ele é de fácil encaixe e não precisa de nenhuma habilidade para poder instalar ele.

A Samsung lançou a versão 7.2 de seu software de armazenamento Magician em 4 de outubro, antecipando o lançamento do 990 Pro. Este software agora permite o controle RGB para as versões com dissipador de calor do drive. Facilitando a migração de dados e oferecendo diagnósticos, atualizações de firmware e driver, entre outras funções, o software SSD da Samsung é amplamente considerado o padrão do setor.

Este software também inclui um painel de Otimização de Desempenho, permitindo um Modo de Desempenho Completo. Essa funcionalidade lembra o Modo de Jogo original do WD, que desativava efetivamente os estados de energia mais baixos. Em nossos testes, avaliamos o “Modo de Potência Completa” tanto ligado quanto desligado. O 990 Pro não chama muita atenção em termos de aparência, com rótulos na frente e atrás fornecendo informações básicas sobre o drive. O rótulo traseiro do dissipador de calor auxilia na redução das temperaturas em carga. Sob o rótulo superior, encontram-se dois pacotes NAND, um pacote DRAM e o controlador. O controlador, niquelado para melhorar a dissipação de calor, emprega também o Dynamic Thermal Guard (DTG) da Samsung para melhorar a consistência térmica, uma tecnologia útil em cargas de trabalho de jogos.

O Samsung 990 Pro apresenta um novo controlador, Pascal, como sucessor do Elpis do 980 Pro. Produzido no processo de 8nm da Samsung e baseado na arquitetura ARM, o Pascal possui especificações de desempenho significativamente mais altas. A Samsung afirma que isso se deve a um caminho de dados NAND otimizado por meio da “tecnologia de automação de hardware”, com tempo de processamento reduzido por meio de um “algoritmo de cache”. Quando questionada sobre as mudanças, a Samsung afirmou que essa arquitetura visa uma cobertura mais eficaz do modo de baixa potência e é capaz de aproveitar o cache de leitura.

A automação de hardware abrange o caminho dos dados de armazenamento: o fluxo de dados da interface do host para o flash. À medida que os SSDs evoluem para níveis mais altos de paralelização com endereçamento mais complexo, os gargalos de IOPS começam a surgir. A automação de hardware ajuda a superar esses gargalos e oferece economia de energia, tornando-se mais crucial à medida que os drives ficam mais rápidos. Exemplos incluem o gerenciamento de mapa flash acelerado por hardware, que pode aumentar os IOPS em comparação com o gerenciamento da camada de tradução de flash (FTL) em software. Filas de I/O e transferências de dados também se beneficiam do aumento da aceleração. Adicionalmente, melhorias no processamento paralelo no firmware podem aprimorar a coleta/agendamento de lixo, similar à Firmware I/O+ da Phison.

A memória volátil, como a SRAM, é empregada pelo controlador para armazenar informações de mapeamento e dados para gravação na flash não volátil NAND. Assim, a otimização de algoritmos pode melhorar o desempenho global. Embora o desempenho de gravação frequentemente seja mais beneficiado por esses avanços, as mudanças também podem ser relevantes para o DirectStorage. Alguns fabricantes, como a Solidigm, optaram por introduzir uma forma de armazenamento em cache para manter dados específicos no cache por meio de um driver NVMe especializado. Nesse caso, o conhecimento sobre o tipo de dados e como eles são utilizados, como os metadados, pode impulsionar o desempenho com armazenamento em cache inteligente. A Samsung não forneceu detalhes adicionais sobre o que ela quis dizer com “cache de leitura”, mas é comum manter alguns dados ativos em pSLC para otimizar leituras futuras.

A memória, ou DRAM, utiliza a LPDDR4 da Samsung, uma escolha habitual em muitos de seus produtos SSD, oferecendo economia de energia em comparação com a DDR tradicional. Com 2GB de tamanho, correspondendo aos 2TB de flash, esse módulo é proporcional. Espera-se que o modelo de 1TB tenha 1GB. Os componentes de energia seguem os padrões Samsung, e as prometidas economias de energia em relação ao 980 Pro devem derivar da nova flash e das otimizações do controlador.

Os pacotes de flash são identificados como K9DVGY8JRD-DCK0, indicando ser a NAND TLC de 176 camadas da Samsung. Com o SKU de 2TB, esse flash possui matrizes de 512Gb, conforme indicado por “V”, enquanto o modelo de 4TB pode requerer matrizes de 1Tb “X”. Esta é a V7 na nomenclatura V-NAND da Samsung, aprimorada e detalhada na ISSCC 2021. A Samsung apresentou sua TLC de 8ª geração na ISSCC deste ano, sendo a primeira vez que vemos esse flash, uma atualização direta da TLC de 128 camadas V6 presente no 980 Pro.

A Samsung implementou diversas melhorias nesta geração de flash, destacando-se o uso de um design de quatro planos e a implementação de Célula-na-Periferia (COP). O aumento de planos significa maior paralelização, traduzindo-se em maior largura de banda. O COP é uma técnica semelhante à tecnologia CMOS-sob-Array (CUA) da Micron, mas é a primeira vez que a Samsung a utiliza. Essa abordagem envolve mover a circuitaria de controle para longe da periferia ou lateral da matriz, melhorando significativamente a eficiência energética e reduzindo a área de superfície do dado, colocando a circuitaria periférica sob a matriz de dados.

Colocar esses circuitos sob a matriz apresentou desafios à Samsung, que foram superados por meio de um design inovador de capacitor. O resultado é uma entrega de energia aprimorada com requisitos de área de superfície reduzidos. A Samsung também adota uma abordagem de terminação de duplo esquema, possibilitando uma eficiência de energia aumentada quando velocidades de I/O completas não são necessárias. Essa estratégia deverá respaldar a afirmação da Samsung de melhor eficiência energética, graças à utilização de uma arquitetura de baixa potência.

A Samsung é a única fabricante que conseguiu evitar o empilhamento de strings, evitando assim o uso de múltiplas camadas de matrizes NAND com contagens mais altas de camadas de flash. Embora sua abordagem apresente desafios, ela elimina a necessidade de lidar com a fusão de matrizes. Gravar tantas camadas leva a uma relação de aspecto aumentada que pode impactar o desempenho e a resistência. A solução da Samsung incorpora um latch adicional, semelhante a um buffer dinâmico, para superar esse desafio, utilizando esquemas de forçamento de bit e linha de palavra para produzir uma carga de célula refinada. Embora seja teoricamente possível atingir 800 ou mais camadas com essa técnica, ela não é isenta de desafios. A Samsung concluiu que sua NAND de 176 camadas oferece o equilíbrio ideal entre desempenho e eficiência energética.

O 990 Pro de 2 TB é, em muitos aspectos, o SSD mais rápido já lançados. Esta unidade PCIe 4.0 de última geração se destaca em muitos aspectos importantes, é bastante eficiente e possui um modo opcional de alta potência. O 990 Pro é a melhor opção no PC, Notebook ou PS5. Sem dúvidas é a melhor escolha de um SSD NVMe no mercado.

Force One anuncia Vitor Martins como novo CEO

0

A Force One, marca brasileira de tecnologia e estilo de vida que valoriza a qualidade e o custo-benefício, anuncia Vitor Martins como o novo CEO da marca. João Paulo Martins, que ocupava o cargo, passa a exercer a função de CTO (Chief Technology Officer), sendo responsável pelas áreas de desenvolvimento de produtos & serviços, pesquisa & inovação tecnológica e infraestrutura.

Vitor chega à Force One com experiência de duas décadas na área de games e periféricos, na qual trabalhou por 19 anos à frente da operação da Razer na América Latina. Na nova casa, o executivo buscará expandir o alcance da empresa no Brasil e em outros mercados. “A Force One me chamou a atenção por ter o objetivo de suprir a demanda de equipamentos de alta performance da região, oferecendo um excelente custo-benefício. Além disso, a marca tem a real intenção de investir em mercados emergentes, como o Brasil e o demais países da América Latina, e vem se consolidando rapidamente no mercado de games e periféricos. Isso é resultado da qualidade que oferece ao seu público, seja ele um entusiasta, gamer ou um usuário casual”.

Para o novo CEO, um exemplo de que o caminho está sendo bem pavimentado foi a estreia da marca na Brasil Game Show deste ano, na qual a empresa apresentou um estande de 300 m² que atraiu o público com diversas ativações e demonstração de produtos. “Chego para somar, para manter o que está sendo bem feito e aproveitar para compartilhar o meu know-how e expertise na áreas em que temos oportunidades de melhorar.”

João Paulo celebra a experiência de Vitor no setor de games, de hardware e de tecnologia e avalia que a chegada dele dá ainda mais força às áreas de distribuição e de desenvolvimento de produtos para o mercado brasileiro e latino-americano como um todo. “Uma das prioridades da Force One é trabalhar a força da marca, que vem crescendo de maneira exponencial nos últimos meses”, diz ele. “Queremos que os consumidores tenham plena confiança em todos os nossos processos e um verdadeiro sentimento de pertencimento e satisfação ao utilizar nossos produtos. Toda a linha de produtos da Force One é desenvolvida por uma equipe talentosa e comprometida em atender as necessidades dos fãs da marca.”.

Bruno Agnello assume como CPO

Outro reforço para o time da Force One é Bruno Agnello, que passa a ocupar o cargo de Chief Product Officer (CPO), ou diretor de produtos. Na nova função, ele terá o desafio de consolidar ainda mais a marca no mercado brasileiro. “Nosso principal objetivo é buscar o equilíbrio entre a alta qualidade dos produtos e um preço acessível para o consumidor final”, aponta ele.

Agnello é conhecido no cenário gamer por participar de lives e transmissões ao vivo com algumas das figuras mais conhecidas da comunidade, como o ex-jogador e ex-treinador de Counter-Strike Gaulês, um dos maiores streamers do mundo. Além de gamer e ex-jogador profissional de futebol, Agnello acumula experiência com diversos cases de sucesso, tendo trabalhado em parceria com a marca Red Bull, o jogador Neymar, o game PUBG e o streamer Casimiro, entre outros.

Rachel Zegler fala sobre CGI de Branca de Neve: ‘Passo a maior parte do dia cantando para o nada”

Rachel Zegler diz que filmar cenas com CGI pesado para o próximo remake live-action da Branca de Neve foi “muito intenso” e “muito divertido”.

No programa Actors on Actors da Variety, Zegler contou a Halle Bailey, de Pequena Sereia, sobre como foi filmar a cena de “Whistle While You Work” para o remake live action da Disney, Branca de Neve, que ela está estrelando.

“Passamos a maior parte daquele dia cantando para o nada”, refletiu Zegler. “Tenho certeza de que você também sabe como isso pode ser. Houve muitos fantoches e CGI na montagem. Foi muito intenso. Há muitos erros meus jogando uma vassoura e deixando-a cair no chão, porque aparentemente é assim que você joga coisas para personagens CGI. Mas é muito divertido!”

Zegler também disse sobre interpretar o papel de Branca de Neve: “Isso é algo icônico com o qual as pessoas realmente se preocupam. Não quero estragar isso para ninguém, inclusive para mim. Os escritores e Marc Webb e toda a nossa equipe de produção… é um pouco diferente em termos de história. Conseguimos fazer ‘Whistle While You Work’, o que me deixou muito feliz e animada.

Eu estava muito nervosa mais com o elemento técnico. Essa imagem inicial foi divulgada… e há muito CGI no filme.”

Quem mais está estrelando Branca de Neve da Disney? Dirigido por Marc Webb, de O Espetacular Homem-Aranha, Branca de Neve da Disney é um remake do filme de animação de 1937, Branca de Neve e os Sete Anões. Com roteiro escrito por Greta Gerwig e Erin Cressida Wilson, o filme também é estrelado por Gal Gadot como a Rainha Má, Andrew Burnap como Jonathan, Ansu Kabia como o Caçador e Martin Klebba como Zangado.

Tendo sido adiado por causa da greve do Screen Actors Guild-American Federation of Television and Radio Artists (SAG-AFTRA), Branca de Neve da Disney está programado para ser lançado em 21 de março de 2025.

Monster Hunter Wilds é anunciado

Durante o The Game Awards, a Capcom encerrou o show com um trailer de Monster Hunter Wilds, uma nova entrada na série extremamente popular da editora. O jogo não será lançado antes de 2025, então os detalhes são muito escassos no momento. O trailer do jogo ofereceu um vislumbre impressionante de um novo mundo, cheio de manadas de monstros. A Capcom observou que mais informações sobre o jogo chegarão em 2024, então os fãs terão que esperar um pouco antes de sabermos mais alguma coisa sobre ele.

O primeiro trailer de Monster Hunter Wilds pode ser encontrado abaixo.

Plataformas de Monster Hunter Wilds

Quando for lançado, Monster Hunter Wilds estará disponível para PlayStation 5, Xbox Series X|S e PC. A série Monster Hunter tem sido um enorme sucesso para a Capcom desde a sua estreia em 2004, vendendo milhões de cópias em todo o mundo. Na verdade, Monster Hunter World e Monster Hunter Rise são os dois jogos da Capcom mais vendidos de todos os tempos, tendo vendido 19,10 milhões de unidades e 13,60 milhões de cópias, respectivamente. Resta saber se Monster Hunter Wilds terá sucesso semelhante, mas dada a popularidade da franquia, parece uma aposta muito segura.

Você está planejando comprar Monster Hunter Wilds? O que você achou do trailer de hoje? Compartilhe seus pensamentos nos comentários!

Final Fantasy XVI lança DLC Echoes of the Fallen

0

Final Fantasy 16 foi lançado durante o verão e foi um sucesso para a desenvolvedora Square Enix. No The Game Awards, a equipe anunciou que os fãs têm duas expansões completas de DLC para esperar nos próximos meses. Echoes of the Fallen e The Rising Tide trarão novas aventuras para Final Fantasy 16, e a melhor parte é que Echoes of the Fallen foi lançado hoje. Vale ressaltar que ambas as expansões exigirão uma compra extra. Dito isto, a Square Enix oferece um Passe de Expansão de Final Fantasy 16, que lhe dará os dois capítulos com desconto.

O que é Final Fantasy XVI: Echoes of the Fallen O trailer de Echoes of the Fallen começa com uma mulher mais velha colocando “algum tipo de cristal” em uma mesa e uma narração falando sobre armas sendo forjadas. Então, vemos várias fotos do que parece ser uma cidade antiga antes de nos instalarmos com Clive e seu grupo. Oficialmente, a DLC é descrita como “uma história totalmente nova, batalhas, armas, acessórios, limite de nível e muito mais. Os jogadores seguirão Clive e seus amigos durante suas investigações enquanto encontram um grupo de comerciantes suspeitos, levando-os a um local há muito abandonado. Torre caída conhecida como Sagespire. Lá, eles irão desvendar os terríveis segredos que os aguardam lá dentro.”

Além disso, os jogadores que comprarem a DLC ou o Expansion Pass terão acesso à icônica Buster Sword que foi originalmente usada por Cloud Strife em Final Fantasy 7 e uma versão chip-tune de “Away”, que você pode usar como pano de fundo no esconderijo.

Final Fantasy XVI: The Rising Tide ganha data de lançamento

Sabe-se menos sobre The Rising Tide, o que faz sentido, considerando que ainda está muito longe. O segundo DLC está previsto para ser lançado na primavera de 2024. A equipe não revelou muito sobre o que os jogadores podem esperar desta DLC, mas disseram que “trará novos desafios e muito mais, incluindo o confronto entre Clive e o lendário Eikon, Leviatã.”

Vale ressaltar que Final Fantasy 16 está à venda na PlayStation Store até 11 de dezembro para comemorar a indicação do jogo a diversos prêmios no The Game Awards. Se você ainda não pegou, agora é um ótimo momento para fazê-lo. Você não apenas receberá um desconto, mas também poderá acessar a nova DLC. Além disso, o anúncio surpresa sem dúvida ajudará você a se preparar até o lançamento de Final Fantasy VII Rebirth no próximo ano, se você for um dos muitos jogadores que esperam pelo jogo que ganhou o prêmio Mais Antecipado no The Game Awards.

Final Fantasy 16 já está disponível no PlayStation 5. Uma versão para PC está em desenvolvimento, mas a data de lançamento ainda não foi anunciada.

The Finals é lançado de forma surpreendente durante o The Game Awards

Após seu beta aberto que terminou em novembro, The Finals da Embark Studios fez uma aparição no The Game Awards com o estúdio compartilhando a data de lançamento do jogo. Mas, ao contrário de outros jogos que tiveram datas de lançamento em trailers que os lançaram há vários meses, The Finals terá um lançamento surpresa neste mesmo dia. A Embark Studios anunciou durante o The Game Awards que o jogo de tiro gratuito já está disponível nas plataformas PlayStation 5, Xbox Series X | S e PC, com a primeira temporada do conteúdo do jogo começando imediatamente também. O anúncio do lançamento repentino de The Finals foi compartilhado em um trailer de gameplay para mostrar o jogo a mais pessoas que talvez não tenham participado do beta ou de outros testes no passado.

Os primeiros testes de The Finals foram limitados à plataforma PC apenas enquanto o beta aberto estava disponível em outras plataformas, mas dado que o beta final é quando o jogo realmente começou a chamar a atenção e decolar no Steam, pode ter sido tarde demais para que outros participem.

Confira o trailer:

Felizmente para aqueles que perderam antes, você pode experimentar The Finals agora sem nenhum compromisso além do seu tempo, já que o jogo é gratuito. Existem compras no jogo, é claro, incluindo uma opção de passe de batalha, como seria de esperar de qualquer jogo de serviço ao vivo hoje em dia, mas quanto ao jogo em si, você pode conferir gratuitamente agora mesmo. O trailer em si também está online e pode ser visto acima.

Dado que este jogo será lançado abruptamente em um dia em que tantos olhos estarão voltados para o The Game Awards, é razoável esperar que possa haver algumas complicações com o matchmaking dependendo de quantas pessoas estão tentando jogar, embora o fim de semana seja esperado para que prossiga sem problemas, se for o caso, para dar às pessoas o primeiro fim de semana completo e ininterrupto de The Finals.

Se esta é a primeira vez que você conhece o jogo, aqui está o que você precisa saber sobre ele. The Finals têm modos de jogo diferentes, mas sua experiência principal, “Cashout”, coloca os jogadores em equipes de três onde competem em um cenário de game show televisionado. As moedas são ganhas ao eliminar oponentes, sendo essas eliminações e outras estatísticas levadas em consideração ao calcular os vencedores no final de uma partida. Os jogadores escolhem entre três classes diferentes – Leve, Média e Pesada – equipadas com diversas possibilidades de armas que os jogadores podem configurar. Todos esses fatores conferem características de jogos Battle Royale e de extração, embora seja um jogo que não se enquadra perfeitamente nesses gêneros.

Um dos principais fatores que tornaram The Finals tão atraentes para as pessoas foi a destruição que os jogadores podiam desencadear no meio ambiente. Fazendo comparações com jogos Battlefield, edifícios e outros objetos e estruturas em The Finals podem ser destruídos, com essa tarefa facilitada por coisas como uma marreta que pode ser usada em uma partida.

The Finals tiveram um início bastante forte durante seu beta aberto, então veremos neste fim de semana se esse interesse persiste agora que o jogo será totalmente lançado em todas as plataformas.

Twisted Metal é renovada para a 2ª temporada pela Peacock

0

Prepare-se para voltar ao pós-apocalipse do Twisted Metal. Durante o 2023 Game Awards, a estrela da série e produtor executivo Anthony Mackie confirmou que Peacock renovou o programa para uma segunda temporada. O anúncio coincidiu com um breve vídeo teaser lançado pela Peacock. A data de lançamento da 2ª temporada ainda não foi definida. Twisted Metal é uma série de TV de ação ao vivo de meia hora baseada na clássica série de jogos para PlayStation de mesmo nome.

“Tenho que agradecer aos nossos incríveis fãs – li todos os comentários e fiquei impressionado com o amor, o apoio e o entusiasmo raivoso de todos por um saco de papel”, disse o showrunner, EP e escritor Michael Jonathan Smith. em um comunicado. “Estamos muito gratos por podermos continuar a história de John Doe, Quiet e Sweet Tooth enquanto eles enfrentam rostos familiares e novos inimigos sombrios no tão esperado torneio Twisted Metal e voltar à estrada com nosso elenco e equipe estelares.”

Sobre o que é Twisted Metal? Twisted Metal é uma comédia de ação de alta octanagem, baseada em uma versão original de Rhett Reese e Paul Wernick e escrita por Michael Jonathan Smith, sobre um estranho desbocado que oferece uma chance de uma vida melhor, mas somente se ele conseguir entregar um pacote misterioso em um deserto pós-apocalíptico. Com a ajuda de um ladrão de carros durão empunhando um machado, ele enfrentará saqueadores selvagens dirigindo veículos de destruição e outros perigos da estrada aberta, incluindo um palhaço maluco que dirige um caminhão de sorvete muito familiar.

Além de Mackie, a série Twisted Metal também é estrelada por Stephanie Beatriz, Thomas Haden Church, Mike Mitchell, Joe Seanoa e Will Arnett.

“Você não tem ideia de quanta atenção [Smith] dá aos detalhes e do quanto ele ama o jogo”, disse Mitchell ao ComicBook em uma entrevista no início deste ano. “Aprendi muito mais sobre o jogo desde que comecei lá. Mas sim, cara, é muito divertido. Obviamente, é um desafio adaptar algo assim para uma série, e acho que os escritores fizeram um ótimo trabalho. É muito divertido, é uma loucura, e realmente acontece de muitas maneiras diferentes. Acho que há um comentário que deixou as pessoas que amam o programa chateadas, onde foi tipo, “Oh, há muitas coisas sobre as quais não existe uma grande tradição sobre Twisted Metal ou algo assim.” E as pessoas dizem: “Sim, existe.” disse, M.J. se preocupa muito com a tradição do jogo.

O que você acha da renovação de Twisted Metal para a 2ª temporada? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários abaixo!

Marvel’s Blade é anunciado pelo criador de Deathloop

0


Durante o The Game Awards 2023, Arkane Studios, Bethesda e Xbox revelaram um novo jogo – Marvel’s Blade – junto com um trailer de estreia. Infelizmente, não há nenhuma data de lançamento, nem qualquer jogabilidade. Mais do que isso, o trailer não revela uma data de lançamento nem revela plataformas, mas este será presumivelmente um exclusivo da Xbox, visto que a Arkane Studios é propriedade da Bethesda, e a Bethesda é propriedade da Xbox.

“Em Marvel’s Blade, Eric Brooks é o lendário Daywalker, meio homem, meio vampiro dividido entre a calorosa sociedade dos vivos e o poder impetuoso dos mortos-vivos. De Bethesda e Arkane Lyon, o estúdio que trouxe para você Dishonored e Deathloop, Marvel’s Blade é um jogo maduro, para um jogador e em terceira pessoa, ambientado no coração de Paris, agora em desenvolvimento em colaboração com a Marvel Games.

Quanto a saber se você deve ou não estar animado com este jogo, bem, Arkane Studios é um desenvolvedor bastante famoso neste momento, com um ótimo histórico na era moderna, tirando seu jogo mais recente, Redfall. Obviamente, Redfall não é ótimo, mas desde sua fundação em 1999, lançou jogos e séries adoradas, como Dishonored, Prey e Deathloop.

Quanto a este jogo especificamente, ele segue o caminho do estúdio baseado em Lyon, em oposição ao estúdio baseado no Texas que lançou os mencionados Redfall e Prey. O estúdio sediado em Lyon é responsável pela série Dishonored e Deathloop, todos jogos aclamados pela crítica.

Como sempre, fique à vontade para deixar um ou dois comentários nos contando o que você acha do trailer de Blade? Está ansioso pelo lançamento?

Jurassic Park: Survival é anunciado com com trailer emocionante

O The Game Awards teve alguns trailers surpreendentes, mas um que surgiu do nada foi Jurassic Park: Survival. O próximo jogo de ação em primeira pessoa da Saber se passa nos dias seguintes ao filme original de 1993, tornando-se uma espécie de sequência direta desse clássico. O trailer de revelação foi lindo e levou os jogadores de volta a alguns dos cenários mais icônicos do filme, embora eles estejam obviamente em estado de abandono depois que todos os dinossauros se soltaram. Jurassic Park: Survival será uma maneira emocionante de vivenciar a visão de John Hammond.

O que é Jurassic Park: Survival?


Os jogadores assumem o papel da cientista da InGen, Dra. Maya Joshi. Ela não conseguiu sair da Ilha Nublar e agora está presa na ilha lutando pela sobrevivência. Nesta aventura para um jogador, os jogadores poderão explorar “uma Isla Nublar totalmente realizada, repleta de vida selvagem reativa, dinossauros e outras ameaças surpreendentes”. Essa última parte parece sugerir que Joshi pode não ser o único humano vivo na ilha, embora isso possa ser um pouco demais.

Sendo este um trailer de revelação, não obtivemos nenhuma jogabilidade real. Saber diz que os jogadores precisarão “ser mais espertos, escapar e interagir com os dinossauros icônicos do filme. Use sua engenhosidade por meio da distração e da furtividade para navegar em encontros intensos e inesquecíveis em uma jornada para sobreviver a algumas das criaturas mais mortíferas que já existiram na Terra”.

O que é intrigante nisso é que significa que o jogo provavelmente dependerá mais da resolução de quebra-cabeças do que do combate em primeira pessoa. Até que o Saber nos dê a jogabilidade oficial, é impossível ter certeza, mas essa descrição não faz parecer que os jogadores lutarão contra um T-Rex com uma espingarda tão cedo.

A Saber afirma que os jogadores precisarão “usar todos os recursos à sua disposição para encontrar soluções inteligentes para enfrentar as muitas ameaças que espreitam na Isla Nublar”. Isso parece sugerir que Jurassic Park: Survival tem alguns elementos de jogos de sobrevivência tradicionais onde você precisa gerenciar coisas como fome e sede para permanecer vivo. Novamente, a Saber não confirmou nada disso neste trailer de revelação, então, esperançosamente, começaremos a aprender mais sobre como o Survival realmente funcionará nos próximos meses.

Quando for lançado, Jurassic Park: Survival será um jogo exclusivo da próxima geração. Isso significa que chegará apenas ao PlayStation 5, Xbox Series X/S e PC. Dado o quão bom este trailer inicial parece visualmente, isso não é muito surpreendente, especialmente com os consoles de próxima geração se tornando muito mais disponíveis no ano passado.