Resenha| Caninos Brancos – As Aventuras Secretas de Jack London

0
170

“A natureza abomina um espaço vazio”

Benvirá nos trás Caninos Brancos, o terceiro livro da série As AventurasSecretas de Jack London, de Christopher Golden e Tim Lebbon com ilustrações de Ray Lago.

Após as ultimas aventuras de Jack, ele está agora feliz ao lado de Sabine, uma bruxa do mar, exuberante e cheia de vida. No entanto, com um olhar que carrega uma experiência ancestral. Eles estão no S.S Kraken é um navio semelhante ao Umatilla, a primeira embarcação em que Jack navegara pelo Yukon e da qual fora arrancado por Fantasma e sua tripulação amaldiçoada. Todos ainda sentiam em seu mais íntimo as dores daqueles dias de pura escuridão. Tentar trazer humanidade ao abominável é uma tarefa quase impossível.

Aquele sonho, a sensações e a cena de sangue, perturbava a mente de Jack. Essa aliança turbulenta, Louis, Maurílio e Vukovick sem deixar Reverendo de lado, é claro. Apesar de tudo parecer estar se conduzindo bem, o ar deixa um rastro de que não é só o mar que não termina no horizonte. Fantasma, os encontra. Tal ex- capitão e sua arrogância poderiam ser sentidas a quilômetros, mas não foi por está razão que Sabine não o sentiu. Mas a vingança parece ser deixada para segundo plano, por enquanto. Aquele encontro não seria o último. O retorno a Dawson agora não está mais ligação com ouro. Os rumores se espalham, o rastro de sangue pode ser sentido de longe. Essa caçada já não se tratava mais de Lesya e os segredos de Sabine.

Um lobo. Aquele calor agradável preencheu o peito de Jack. Não era qualquer um. Com o navio atracado em WhiteHorse os pensamentos de Jack permeiam o inferno que viveu ao lado de Merritt e Jim. Aquele tripulante inesperado fazia a viagem ser no mínimo irônica.

As suspeitas recaem sobre um Wendigo, mas talvez sempre existirá um monstro maior para matar. Jack ponderava suas escolhas, as vezes. Mas os problemas apenas começaram, algo atinge o casco de Fort McGurry com ímpeto suficiente para fazer o navio oscilar. A voracidade era plena. A adrenalina é constante, sons terríveis, homens arremessados com brutalidade. O sangue sob a luz  do Luar era familiar para Jack. Uma trilha sonora sem pausa para uma boa puxada de ar, seria o ideal para este momento.

Callie king é uma mulher baixinha, com o cabelo preso em um coque. Com certeza essa enfrentou algumas boas aventuras. Alguém que sabe bem mais do que demonstra. Os caminhos se cruzaram e não se separaram tão cedo. Em terra os pensamentos de Jack divagavam por sua inesperada companhia nessa viagem e por Lesya. Agora as mais recentes paradas de Jack o levavam a descobertas tão cabeludas quanto possível diante de tudo que ele já viveu e viu. Algumas lendas europeias começavam despontar em sua frente.

Aquela criatura inacreditável a altura de três lobisomens. Um combate voraz, cruel rendia ferimentos para ambos os lados. Aquele auxilio inesperado e até quase imposto tragava a sanidade de Jack. Suas preocupações estavam em seu amor e sobrevivência, enquanto seu lado mais selvagens uivava por liberdade.

Em meio a tormenta aventura, Hal faz com que Jack tenha um momento de orgulho. Mas nada que meio suspiro de agonia não pudesse anteceder as próximas cenas. Hediondo, gorgolejante, com estalos, gemidos e ruídos de ossos se esmigalhando. Mas o amanhecer se aproximava. Hora de seguir em frente. Não é o fim, ainda.

Os momentos mais brutais tomariam o esplendor do amanhecer, uma cena descrita de forma transcendente. Ao se desvanecer pela floresta Lesya e Sabine tomariam conhecimento de seus propósitos. Um monstro em busca de aceitação tornará o cenário inusitado enquanto Jack admirava o primeiro adeus. Enquanto estivesse vivo, viveria de verdade.

Uma gama de personagens torna a aventura excitante e reveladora. Um desfecho admirável. Uma linguagem fácil, aonde o leitor pode se conectar com os personagens, com um sumário e títulos que facilitam se localizar no enredo. Discrições com cuidado e ilustrações que ventilam a imaginação. Os autores fazem da aventura algo possível no cenário que se apresenta, tornando a busca e o romance, dados a peculiaridade de cada personagem algo vivo na sensação de viver essa aventura.

 

download

 

Caraterísticas

Titulo: Caninos Brancos – As aventuras Secretas de Jack London

Ano: 2015

Autores: Christopher Golden e TimLebbon

Ilustração: Ray Lago

Editora: Benvirá

Páginas: 269

Encadernação: Brochura

Preço: 27,90