The Boys – Elenco da série chega ao Brasil e debate seus personagens (Coletiva)

0
210

Ocorreu na ultima terça-feira (05 de Junho) a coletiva de imprensa da terceira temporada de The Boys, o evento aconteceu em São Paulo e teve a presença de alguns dos atores do elenco, dentre eles Karl Urban (William Butcher), Jack Quaid (Hughie Campbell), Jensen Ackles (Soldier boy) Karen Fukuhara (Kimiko), Claudia Doumit (VictoriaNeuman), Antony Starr (Homelander), Nathan Mitchel (Black Noir) e também o criador da série, Erick Kripke.

O elenco foi muito gentil e agradeceram muito a hospitalidade e o carinho dos fãs brasileiros, por terem insistido tanto para que viessem ao Brasil, até mesmo brincaram ao dizer que quando são fechados pelos fãs eles jogam o Jensen no meio da multidão e é como alimentar o carinho deles com um pouco de “Jensen Ackles”. A sessão foi bem descontraída com diversas brincadeiras por parte dos atores que deixaram um clima bem agradável e diversos temas foram debatidos com as perguntas e respostas.

Uma das perguntas foi direcionada para Erick Kripke onde questionava ele sobre o paralelo que existe na serie entre um mundo de super seres e temas de nossa vida real e Erick de inicio agradeceu os roteiristas por deixarem essa questão tão fluida na história, e assim completou dizendo que na verdade super heróis são uma metáfora para coisas reais, Nathan também agrega mencionando que quando vemos heróis tradicionais podemos ver neles seres perfeitos, porem quando se olha para os heróis de The Boys, os seus defeitos estão totalmente a mostra como qualquer ser humano comum tem, e através dessas pequenas coisas comuns que se encontram um paralelo com o nosso dia a dia ficando mais fácil para se identificar talvez.

Também foram respondidas algumas perguntas referente aos personagens, por exemplo uma que fizeram para Antony, todos tem a curiosidade de saber como é interpretar alguém tão poderoso porem tão desequilibrado mentalmente, e ele diz que Homelander é o homem mais poderoso de todos, com mente mais fraca de todas e por isso essa personalidade desequilibrada, ele também agradece a Erick por esse desafio de interpretação, nos últimos dias a interpretação de Antony como Homelander tem sido muito elogiada na internet, o questionaram como ele consegue fazer tantas caretas para deixar o herói tão ameaçador, e ele diz que o truque dele é não pensar, ele entra no roteiro e deixa o rosto dele fazer as caretas sem que ele pense em absolutamente nada.

A relação entre Butcher e Hughie também foi colocada em pauta, Jack diz que adora ver a evolução de seu personagem de um vendedor a um homem poderoso, elogiou muito a convivência com Karl e diz que o relacionamento de Hughie e Butcher é feito de altos e baixos, mas que apesar de agora Hughie estar em um patamar acima de Butcher ele ainda o enxerga como o mesmo maluco do início da história e isso é bom pois mostra que Hughie o respeita como igual independente de qualquer coisa.

Karl contou um pouco sobre como foi passar de Butcher, um caçador de supers para um super, e ele explica que o personagem agiu totalmente no desespero, o objetivo dele ainda e acabar com os supers e em momentos de desespero ele usou a melhor arma que tinha ao seu alcance não se importando com consequências ou com quem ele fere isso levou a aliança de Butcher e SoldierBoy. Ele diz que ao interpretar Butcher ele fica mal com algumas ações de seu personagem e com outras ele se orgulha, e nesse equilíbrio emocional ele encontra um pouco dele em Butcher para interpretar, Jensen complementa dizendo que as vezes o ator precisa interpretar um personagem muito distante de si mesmo, mas no caso de The Boys e tão extremo que eles precisam sair da realidade e viajar as vezes.

            Claudia falou sobre a profundidade que sua personagem ganhou nessa nova temporada onde é revelado um pouco do passado de Victoria, disse que no inicio estava um pouco nervosa para interpretar pois The Boys já possuía um universo perfeito, ela temia não apresentar o esperado com seu papel, mas foi bem recebida na família e espera que esteja fazendo um bom trabalho, também diz que inspirou a interpretação dela na política, mas teve uma grande surpresa quando viu que ela explodiria cabeças na série, foi uma surpresa e tanto.

Karen também fala um pouco sobre a profundidade de Kimiko nessa nova temporada, ela agradece imensamente Erick por providenciar professor de linguagem de sinais, de dança e todo suporte que ele oferece a ela, então conta que a trajetória de Kimiko é uma jornada de descobertas, ela ao mesmo tempo que odeia ser um monstro de certa forma, nesta temporada de revelações ela pode ver que é escolha dela como se é usado os poderes, para matar ou proteger quem ela ama, ela também diz que quando o assunto é luta ela sempre arruma um jeito de interpretar, mas dançar foi um desafio, porem com os suportes de Erick se fez possível.

Nathan diz um pouco sobre como é interpretar alguém tão misterioso como Black Noir, ele diz que nas primeiras temporadas achava o traje meio duro com difícil mobilidade, porem com o tempo foi se acostumando e adaptando, ele também diz que como Black Noir não fala ele imagina oque ele deveria dizer e passa isso usa seus movimentos, usando os pensamentos e sensações para interpretar, ele também diz que no mundo de The Boys no fim o objetivo é sempre fazer o bem, não importa o meio que use para isso.

Perguntaram a Jensen como é estar integrado a uma nova família depois de um longo período dando vida a Dean Winchester em Supernatural, ele diz que estava tendo uma conversa com Erick e diz que logo ficaria desempregado então perguntou se não teria um emprego para ele, eles conversaram muito sobre isso afinal o que estavam visando de inicio seriam homens mais velhos para viver o Soldier Boy, mas depois de muito conversarem ele foi agregado a família e muito bem recebido.

Por fim Erick diz que apesar do conteúdo bem animado da serie ela também passa uma espécie de mensagem, diz que no inicio a serie era mais sobre família e com o passar do tempo vão entregando mensagens de heroísmo também, ele agradeceu bastante também por ter essa liberdade para trabalhar com a série, afinal não é todo programa de TV que pode ter tantos palavrões e coisas bizarras na telas, comenta também que mostrou a icônica cena do “cupim” para seu filho e ele ficou meio surpreso meio incomodado dizendo que ninguém nunca tinha feito uma piada tão boa referente aquilo e isso para ele é ótimo.

O último episódio da 3ª temporada de The Boys estará disponível no dia 07 de Junho às 21h30 no Amazon Prime Video.