quarta-feira, 24, jul, 2024

Análise – Infernax: As preces para um Gore atendidas

Sim! Infernax está entre nós, e com um título que leva inferno em seu nome, não poderíamos esperar nada além do gore desse título. Achou estranho eu começar a análise assim? Então, é assim que nos sentimos no começo do jogo, com o mínimo de informação, mas que conseguimos sacar de imediato!

Desenvolvido pela Berkerk studio, The Arcade crew, e DotEmu ,Infernax é um ode a jogos retrô, com o gore como sua espinha dorsal.

Infernax foi lançado na Steam 12 de Setembro de 2020 e em 11 de fevereiro de 2022 foi lançado nas demais plataformas, em PT BR com muita violência pixelada.

A história que nos é entregue é que você é um cavaleiro (não temos um nome, então vamos chamar ele de: Ricardo) e não vê escolhas a não ser voltar a sua terra de origem, que agora está devastada por uma magia obscura, a qual não se sabe a origem, mas que além de um selo poderoso em uma porta, criaturas rondam as localidades da cidade.
Talvez você nem precise de tanta informação para se adentrar, mas por mais simples que seja, a história é um plano de fundo interessante pra sua jornada.

Eu sempre uso meu nome, me Julguem!


Mas como todo bom jogo com a temática medieval, a história vai se desenrolando ao conversar com moradores ( RPG que fala né?), Você vai percebendo como essa magia afetou a vida de cada morador, a clássica peleja entre o bem e o mal. Você terá aliados como padres, ferreiros e camponeses dispostos a voltar a viverem em um terra menos castigada por esse período infernal.

A inspiração de Infernax, vai além do modo Metroidvania, ele se apega a mecânicas de Wonderboy, Soulblazer, King of Dragons e toda a safra de jogos de plataforma nesse seguimento.
Mesmo no início você não tendo tantas possibilidades, os golpes são precisos, fáceis e gore! A violência na gameplay está presente, em detalhes te fazer sorrir (se você for um carniceiro), as execuções dos bosses, e de alguns inimigos específicos, e também a sua morte espetaculares! Dentro de um título clássico é óbvio que seu progresso vai ser a busca, a curiosidade, o desafio, desde escolhas que podem te fazer entrar numa luta com um Boss impossível (ou mata-lo na forma humana), a ajudar um homem que lhe promete novos itens para seu arsenal (ou deixar que roubem ele).

Tu vai ver muito essa tela na sua frente, duvida?


Mas não vai achando que vai ter tudo de mão beijada, esqueça isso! Você vai ter que procurar, vasculhar, decifrar e torcer pra sua jornada não ser tão dentro do inferno. Falando em jornada, como disse acima: prepare se para escolhas, as vezes fácil e punitiva, as vezes complexa e satisfatória. O poder da escolha, da um charme ao título (embora ver o sangue pixelado em seu personagem não tem preço), um amontoado de detalhes que enriquece a campanha do jogo. Um ponto interessante é a dinâmica entre dia e noite, durante a noite tem mais inimigos, fantasmas e outras criaturas com a velocidade aumentada!

A duvida sempre irá te consumir nesses momentos.


E sim, o jogo é difícil, não impossível, mas é difícil, e as vezes impossível. No começo o dano beira o injusto, mas você consegue ultrapassar o desafio, embora não tenha uma certa dificuldades certas partes, em outras a dificuldade se faz presente e claro, o jogo te pune! Entre dois modos, um mais brutal que exigem mais e a punição de perca de pontos é maior, a outra você tem uns pontos a mais de save. Ou seja: jogue como quiser.
O mapa é variado, criativo e convidativo. Você chegar numa gruta, e descobrir que existe uma casa que está lá, alguém ou algo.
A busca por chaves para portas, objetos raros e novos inimigos, o mapa de Infernax é realmente divertido de estar ali.
Finais alternativos devido suas escolhas, sistema de evolução fluída para se adaptar a cada experiência singular. E se você é acostumado as mecânicas de RPG, você vai se encantar com esse jogo.

Você irá conseguir inúmeras missões extras, basta conversar com as pessoas no decorrer do mapa.

A única coisa que incomoda é a falta de variedade nas faces durante as conversas, enquanto as ilustrações dos combates brutais, detalhadas e gigantes na tela, faltou criatividade do estúdio nessa parte. A tradução do título está muito boa, e a primeira mensagem do jogo .. (vou falar não, vocês quando forem jogar vejam, vai ser difícil esquecer)!

Cuidado! Haverá momentos nos quais você irá ficar trancado com bosses que você ainda não esta preparado pra enfrentar.

Confesso que não é um gênero favorito, mas cada segundo dentro do jogo é agradável (masoquista), divertido e lindo. E a beleza dos pixels é um show dentro disso! Imaginem um jogo da era de 16 bits, agora imaginem eles com com o poder de um estúdio atual? Temos aí a receita certeira para ver infernax na lista de games difíceis, porém belos e diversificados.

Disponível em todas as plataformas
5 de 5

Ricardo Chagas
Ricardo Chagas
Fã de metal extremo à Alcione, nerd dos anos 90', ilustrador como profissão e cantor como hobby para atormentar os vizinhos. Considera Kratos como o maior personagem de todos os tempos.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here