Spider-man Miles Morales: Grande demais para ser uma DLC!

0
120

Após o sucesso do Spider-man (2018), a Insomninac trouxe algo que nós fãs do cabeça de teia queríamos: O grande Miles Morales, mas não apenas como um personagem jogável, mas sim com sua história, com seu background! Miles Morales está entre nós; vamos descobrir se ele é realmente espetacular?

A Insomninac e a PlayStation Studios (sim o jogo já abre com o novo logo da empresa) apresentam em 12/novembro/2020 uma DLC Stand Alone ( Você não precisa do jogo base pra poder ter esse item) incrível! Os seus acontecimentos são sequência direta do jogo homónimo. Após um ano do anterior, Miles agora é o Spider-man, sendo treinado pelo grande Peter Parker, após uma batalha com Rhino, Miles deve cuidar de Nova Iorque sozinho. Enfrentando duas pontas da mesma balança; as forças das industrias Roxxon, que está desenvolvendo uma tecnologia de energia limpa: a Nuform, capaz de alimentar uma cidade por séculos! E a sede de sua primeira usina é no bairro do Harlem, que provavelmente esconde algo além dessa bondade toda, e que de quebra tem sua mãe Rio Morales ligada a empresa. E do outro lado as forças do Underground, um grupo que deseja parar os planos da Roxxon devido aos efeitos colaterais que a empresa tem e da verdadeira intenção da mesma. Sim, a trama se entrelaça entre o dever e a divisão, entre pessoas que amamos e a verdade. A cidade está viva, e cabe a Miles cuidar dela durante a ausência de Peter Parker. Um ponto importante é sentir o peso da responsabilidade em Miles, pois se no Peter sentimos o peso como um homem maduro, aqui sentimos o peso do amadurecimento com um garoto que ainda tem muito oque viver, se tornar adulto diante dos desafios. Genke será seu Nerd da cadeira (sentiu a referência?), E além de ajudar a movimentar a história, seus comentários e auxílios vão fazer ficar mais harmónica e fluida as suas escolhas das missões. A história segue diferente das HQs, mas com mudanças que fazem sentido!

Você consegue sentir o peso nos combates.

O jogo por ser uma DLC, replica tudo aquilo que fizemos no Spider-man, mas de maneira menor e um pouco mais rápida. Os pontos de antena para habilitar as ações no mapa não existem, já que durante o jogo isso será habilitado rapidamente.
Abrir os uniformes mesmo usando os métodos anteriores as recompensas são mais rápidas e dinâmicas.
A expansão traz algumas melhorias, como novidades nos menus, simplicidade nas gadgets, e em suas customizações.
Tudo bem em menor quantidade, mas isso vem na dosagem certa.
Eu senti uma diferença no balanço das teias com o Miles, certas manobras basta apenas um leve toque nos direcionais, algumas novas opções vem pra brilhar tanto no ar quanto no combate, estou falando da habilidade Golpe Venom!
Calma! Eu sei oque você está pensando, mas não tem ligação não! As ondas de choque do Miles faz junto com a camuflagem, a DLC ficar na linha tênue para um jogo realmente único do Miles.
Entre desafios já conhecidos como: destruir postos, salvar pessoas de assalto, e enfrentar capangas espalhados na cidade; agora temos desafios de achar sons, salvar helicópteros e reativar geradores.

Os poderes de Miles são sensacionais e as animações matadoras!

O combate do jogo está idêntico ao anterior, mesmo com as novas habilidades como poder invocar duas IA pra lutar por você e minas remotas de choque, aquela variação super bem vinda ao jogo segue a curva de aprendizagem tranquila! Então se você jogou o anterior, vai entrar com os dois pés na porta, e para os amantes do furtivo, errar agora terá a chance de usar a camuflagem e se reposicionar sem ninguém te ver.
Os inimigos continuam reagindo bem, e as pessoas continuam andando de um lado para o outro sem rumo.

Andar como Miles civil também tem suas emoções.

Joguei ele no PS4 e mesmo tendo leves mudanças do anterior, vemos mais partículas durante as batalhas, você sente que o PS4 chegou no seu limite ali, mas aquele pensamento genuíno vem a mente: “Esse jogo vai ser brutal no ps5 com sua potência com o tal do Ray tracing“.

Da uma leve frustração quando perde o helicóptero de vista.

Durante a análise recebi um Patch de 10Gb de correções e melhorias, um deles foi no modo foto, com mais opções e confesso que me perdi um pouco na parte das cores.
Ponto que me desagradou foi que tive dois momentos que um bug me fez travar e ter que dar aquela reiniciada a partir do último ponto de controle, uma vez na história, e outra em uma das atividades rotatórias do mapa (essa eu perdi a missão de vista).
Personagem tremendo na parede, e objeto interativo invisível, foram rápidos, mas estavam ali.

Esse menu está melhorado e me surpreendeu a sua interface.

Entre reviravoltas, andar pela cidade em traje civil, combates heroicos e fazer carinho em um gato, Spider-man Miles Morales vem pra mostrar que o Miles merece sim um jogo só dele, mas com sua própria estética, nada de muitas novidades, mas o espetáculo continua aqui e merece ser celebrado por fãs e novos chegados do amigo da vizinhança!
Spider-man Miles Morales mesmo sendo simples e nada de tão novo, o jogo é sim espetacular!

5 de 5