Resenha – A Guerra da Rainha Vermelha (DarkSide Books)

0
408

…a humanidade pode ser dividida entre loucos e covardes. Minha tragédia pessoal está em ter nascido em um mundo onde a sanidade é considerada falha de caráter…’

A Biblioteca do Terror, Darkside Books traz especialmente o primeiro volume do LivroA Guerra da Rainha Vermelha” – Prince of Fools do autor Mark Lawrence da aclamada Trilogia dos Espinhos, onde ele apresenta um mundo destruído por uma explosão nuclear e reconstruído em sistema feudal.

Jalan Kendeth ou Príncipe Jal para alguns é o decimo na linha de sucessão do Trono. Um príncipe tolo com a maior das habilidades que um covarde pode ter. Fuga. Ser neto da temida Rainha Vermelha não faz Jalan ser algo importante, apenas mais um hedonista, sem pretensões políticas ou qualquer coisa que não seja a cama desfeita e o corpo translucido de uma mulher quente. Porém se existisse alguma coisa ou alguém que deixava Jalan até possivelmente destemido era o seu pavor pela Irmã Silenciosa. A sombra sobre a Rainha. Um segredo sombrio que muitos negam a sua existência.

Tudo acontece quando a hedionda Rainha Vermelha convoca a todos da família real a sala do trono para uma revelação. Assim surge Snorri, o nórdico e de outros homens capturados pela Marcha Vermelha, que são interrogados na frente de todos, contando historias além da imaginação dos pomposos príncipes de Vermilliom. A mensagem é – O Rei Morto está vindo. Ele tem a chave para porta que leva aos mortos. Existiam até rumores, suspeitas que existe um Natimorto nas terras da Rainha. Mas, na visão de Jalan, era tudo baboseiras, não havia mais guerras, muito menos necromantes vagando por ai, se houvesse com certeza sua avó os comeria no jantar. Seu interesse agora era só o guerreiro Viking e o quanto ele poderia render mas arenas mais sangrentas. Ele podia sentir seu bolso cheio de ouro. Sem pensar muito ele de forma astuta recruta Snorri para seus jogos de apostas que acabam de mal a pior e Snorri foge.

Jalan mal poderia imaginar que Snorri ver Snagason era testemunha viva daquelas insanas historias contadas na sala do trono.

Tentando se recuperar dos jogos Jalan, vai a ópera programada por seu pai e lá mais uma vez ele se vê fugindo de seus inimigos em mais uma de suas piores façanhas, saindo pela janela de um banheiro coletivo aonde avista a Irmã Silenciosa, rabiscando seus símbolos estranhos por todos os muros. Logo um feche de luz abre a terra, duas fissuras que começam engolindo tudo e nada corre mais que o medo de jovem Jalan, uma cena descrita além dos próprios sinônimos da carnificina, o horror se espalha pelas ruas de Vermillion onde Snorri aparece e esbarra com Jalan acidentalmente. As fendas gêmeas, escura e clara os perseguem, atingindo os dois em cheio. Tudo de apaga.

Quando Jalan desperta, está em maus bocados, Snorri surge novamente salvando Jalan, mesmo que forma inapropriada. O Príncipe covarde fica sem opções a não ser partir junto do imenso Viking. Pois logo eles percebem que existe uma poderosa conexão entre eles por razão daquela noite. Assim a mais louca e sombria jornada se inicia com mais de uma dúzia de camadas da improbabilidade e frases icônicas de Jalan.

Eles estão longe do conforto do palácio, Jalan e Snorri aportam em um lugares inusitados, como um circo nada convencional. Entre historias de grandes batalhas nórdicas de conexões além da compressão do mundo racional, surge uma amizade propicia, mas a direção desses personagens nada heroicos é outra e muitos rumores percorrem essa caminhada. Nada é o que parece, ainda mais quando uma voz estranha tenta influenciar Jal e Snorri em suas ações para o bem ou para o Mal.

Enquanto isso a grande e temível Rainha vermelha pode estar doente e suas tropas estão sendo reunidas. A guerra se aproxima, entre os dois mundos. Não existe lugar seguro. Grandes respostas estão por ser reveladas, mas nada se comparada do por que o jovem tolo príncipe Jal e o Nórdico Snorri tem a ver com tudo isso.

O livro escrito em primeira pessoa de forma bem original, cheio de humor negro e diálogos memoráveis, tende a agradar a todos ainda mais o público da Trilogia dos Espinhos. Esse mundo pós apocalíptico envolvido em uma era medieval brutal traz o melhor do sobrenatural. Com uma visão tradicional, sem muita violência extrema, traçando um novo começo de um império destruído. Personagens distintos e astutos conquistam o leitor, até mesmo a covardia do jovem Príncipe dos tolos torna-se cativante. Uma sensação de pura tensão, mistérios e magoa circundam todo o enredo, composto por uma gama de personagens bem colocados. O Livro conta com a qualidade excecional da Darkside Books. Mark Lawrence com certeza marca o inicio de um jornada além do terror.

darkside-capa-a-guerra-da-rainha-vermelha-prince-of-fools

 

Título: A Guerra da Rainha Vermelha – Prince of Fools

Encadernação: Capa dura

Páginas: 420

Ano de edição: 2015

Edição: 1ª

Autor: Mark Lawrence | Tradutor: Dalton Caldas

Preço: 49,50