Resenha – Mais Escuro (Editora Intrínseca)
01.03
2018
Resenha – Mais Escuro (Editora Intrínseca)

“É uma confissão profunda e sombria, que sai do fundo da minha alma. No entanto, ao dizer as palavras em voz alta, tudo fica claro. Claro que a amo. É obvio que ela sabe. Eu a amo desde que a conheci. Desde que a vi dormindo. Desde que ela se entregou a mim e só a mim. Estou viciado. Não me canso. É por isso que tolero sua atitude.”

O quinto livro da série erótica de E.L James chega ao Brasil através da Editora Intrínseca, “Mais Escuro”, livro muito esperado especialmente pelas fãs insaciáveis que estavam loucas para entrar mais um pouco na mente do CEO sexy e perturbado Christian Grey.

Os leitores ansiaram por “mais” desde o fim da trilogia original, assim como em Grey que temos os acontecimentos de Cinquenta Tons de Cinza pela visão de Christian, Mais escuros nos permite enxergar os acontecimentos de Cinquenta Tons Mais Escuros, podemos ver Christian o qual sua arrogância sedutora exagerada em alguns momentos o transforma em um grande idiota, em comparação com Grey mudanças são nítidas, ele está mais acessível, tornou-se capaz de entender melhor os próprios sentimentos embora conflitantes e ficou estranhamente inseguro com relação a Anastasia Steele.

Após Ana ir embora e abandonar Christian no final de Grey, ele está disposto a fazer de tudo para recupera-la, o que não é lá um grande desafio. Temos mais detalhes dos negócios de Christian, e suas relações passadas com Elena e Leila colidindo com o seu presente, flashbacks de sua infância traumática com o cafetão e sua mãe prostituta viciada e negligente e até mesmo os poucos flashbacks felizes estão de volta.

Mesmo disposto a tentar ter um relacionamento “normal” com Ana, Christian Grey continua ciumento e possessivo, pelo menos neste livro ele tem um motivo já que uma de suas ex-submissas Leila Willians está com problemas psicológicos e quer atingir seu ex-dominador de alguma forma. Além de ter que lidar com suas suspeitas sobre Jack Hyde o chefe de Anastasia, e suas tentativas de alertar sua namorada de que seu chefe é um predador sexual. Não poderíamos esquecer Elena, que aparentemente está disposta a pelo menos plantar a sementinha da dúvida se esse novo relacionamento do Christian pode dar certo, na visão dele apesar de tudo o que aconteceu entre eles parece ser descartável, superficial o livro quase inteiro.

Apesar de todo o ciúme, a mania de perseguição o humor inconstante e toda a depravação vemos o lado filantrópico dele mais de perto seus negócios ambientais, sua paixão por energia sustentável e a vontade de alimentar Países de terceiro mundo. Além de acontecimentos de quase morte que o leva a se aproximar mais da família adotiva, o amor e a gratidão especialmente pela sua mãe Grace é algo até bonito de se ler.

Mais Escuro é um livro sem grandes emoções e surpresas até porque já sabemos o que vai acontecer, tem uma leitura fácil e simples, apesar de em alguns momentos entediante sempre fica a vontade de saber o que Christian vai fazer ou pensar a seguir. Infelizmente toda aquela ansiedade e sedução deixou a desejar assim como a profundidade dos sentimentos e pensamentos em momentos muito importantes, mas se você está morrendo de vontade de reviver as cenas de sexo explícitas do ponto de vista de Christian com uma visão mais simples e gráfica dos acontecimentos sem muitos detalhes é claro que ficara satisfeito.

Título: Mais Escuro (Vol. 2)
Subtítulo: Cinquenta Tons Mais Escuros Pelos Olhos de Christian
Autor: E L James
Editora: Intrínseca
Paginas: 496


GeekSaw • www.geeksaw.com.br
Tema por Gabriela Gomes