Resenha | Terra do Sol
29.04
2017
Resenha | Terra do Sol

A Editora Coerência apresenta sucesso da literatura brasileira da autora Eliana Portella,  intitulado Terra do Sol.

 

“Ela amava com tanta intensidade que chegava a contagiar. E se tinha algo que aquele coração sabia fazer, era vibrar.”

 

 

Dmitry e Natasha Pasternak desembarcaram no Brasil em meados de 1976 com destino Amazonas, a Terra do Sol. Nessa expedição o casal foi enviado pelo governo soviético qual era patrocinado por uma Indústria farmacêutica, atraída pelos resultados e descobertas recentes feitas pelas riquezas oferecidas pela Floresta Amazônica.

Algo que era para ser apenas uma expedição cheio de descobertas e aventuras acabou se tornando uma morada. Empenhados em ajudar e fazer avanços para indústria o casal Pasternak logo acabaram por aumentar a família, mesmo isso não sendo parte dos planos. Natasha com sua beleza russa e  personalidade exata contou com a ajuda de todos ao seu redor, inclusive de uma bela índia chamada Iara que acabou por ajudar ela a cuidar do seu pequeno Yuri, já que logo depois ela também daria à luz a uma bela menina chamada Moara. Com o passar do tempo o jovem casal acabaram por pagar um preço alto por sua escolha de ficar no pais. Assim o destino abriria as portas para uma nova história.

Dmitry faz planos para voltar a Rússia mas o jovem Yuri mesmo sendo tão destacado com seus lindos olhos claros e seus cabelos amarelos como o Sol. Tudo que herdará de seus pais além da estatura alta, a descendência ficava cada vez mais nítida de sua origem russa porém o seu coração já não era mais.

Após algum tempo Iara foi morar com Dmitry pois o seu esposo havia falecido e ela precisava de dinheiro para cuidar da jovem Moara que crescia linda ao lado do esforçado Yuri.

Iara começar a olhar Dmitry de uma forma diferente, mas se sente culpada pois Natasha morrerá jovem de febre amarela e era tão inteligente de uma forma que Iara se achava nunca ser capaz. O aparente intangível russo permanecia em silêncio apesar de perceber seus sentimentos e muitas vezes ele mesmo se pegar cobiçando Iara.

De um forma deliciosa e apaixonante Dmitry é derrubado pelo sorriso e pela beleza de Iara. Em um rompante de desejo aquele casal improvável derruba as barreiras do preconceito transbordando malícia e afeto. Apesar deles tentarem se restringir, os lábios entreabertos e os olhos fechados daquele rosto moreno de Iara cada vez mais bela deixava Dmitry entregue a ponto de não pensar em outra coisa além de colocar a sua língua quente e molhada sobre aquela boca carnuda e explorar cada canto daquele néctar.

O tempo passou e o destino começa mais uma vez mudar o rumo dessa história. levando esse casal a cidade de São Paulo aonde em seus corações desejam formalizar seu relacionamento. Dmitry logo fez amizades e fez também questão de mostrar Iara para todos. Mas nem todos tem apenas uma admiração por Iara, no coração de um homem se esconde sombras que até Deus poderia duvidar. O desejo e a cobiça entraram na casa de Iara transformando o coração jovem e puro em um poço de amargura e vingança. Aqueles acontecimentos que de forma brutal romperam não somente o corpo mas também a alma da bela índia.

Enquanto isso Moara e Yuri continuavam a crescer como irmãos, mas os seus corações e seus corpos já diziam outra coisa. O desejo parece ser um dos grandes traços do destino desta família que ora outra explodia em paixão ora outra em segredos. O amor parece não conhecer os limites colocados pelo homem, tão pouco a distância, tão pouco o proibido.

Yuri logo demonstrou seu interesse pela medicina e logo partiu para os médicos do mundo. Enquanto deixava no Brasil uma jovem sedutora e ardente de paixão proibida. Mas lá em Moçambique do outro lado do mundo também deixará o seu corpo conhecer a entrega do amor de outra mulher. Entre convicções, ideais e mundos totalmente diferentes o destino desta família estava sempre sobre a linha tênue do amor.  Porém nem tudo o que desejamos foi criado para que nós o possuíssemos e isso seria a grande e derradeira a descoberta de cada história contada. Passada entre leitos e lágrimas, passarelas e glamour. Opostos em todos os sentidos e interligados ao mesmo tempo.

Autora brasileira Eliana Portella não poupou detalhes a ponto de deixar qualquer leitor imerso em sua história por horas a fio, transbordando os mais diversos sentimentos. Os personagens são carismáticos e problemáticos a ponto de fazer com que você se identifique com eles, mesmo até com seus defeitos, tornando tudo uma grande descoberta. Amor, crescimento pessoal, vingança e sensualidade são alguns dos ingredientes usados de forma inteligente nessa trama. O livro conta com uma encadernação de brochura e capa muito bem tonalizada com o assunto e algumas frases de grande efeito, um sumário e a apresentação de outros títulos da autora, ao final. A diagramação é agradável e a linguagem fácil compõem o cenário acolhedor que é apresentado no livro. Este romance é mais do que uma bela indicação para todos que se encantam com a força do amor,  a auto-descoberta,  e a sensualidade à flor da pele que somente o coração quente de um brasileiro pode oferecer.

 

Autor: Eliana Portella

Edição:

Ano: 2016

Gênero: Romance

Páginas: 400

Aspirante a programadora, Jedi, narniana, prima de segundo grau de um Vulcano, Geek, Otaku, estudante de psicologia e viajante do tempo, declarando guerra ao império diariamente, sentada no sofá ouvindo beethoven e tomando uma dose de dinamite pangaláctica.

GeekSaw • www.geeksaw.com.br
Tema por Gabriela Gomes