Review: Captain Tsubasa – Rise Of New Champions (Nintendo Switch)

0
57

Captain Tsubasa: Rise Of New Champions é um jogo de futebol estilo arcade inspirado na série de mangá e anime dos anos 80 chamada “Captain Tsubasa” (ou “Super Campeões” no Brasil). O jogo mistura elementos de um game de futebol com as bizarrices de um desenho japonês.

Com foco em entretenimento, Captain Tsubasa é um jogo simples (ou talvez nem tanto) e divertido, com ações exageradas e chutes super poderosos repletos de efeitos e mais bizarrices. Uma tomada de bola “normal” e seu adversário dá uma pirueta no ar. Ou um super chute a gol que aparece uns tigres, a bola pega fogo e o goleiro defende com a maior garra do mundo como se estivesse bloqueando uma kamehameha.

O jogo possui uma qualidade visual fantástica. Tratando-se de uma animação japonesa, os personagens, as cores e as texturas são todos cartunizados para ser mais fiel à série. Como um anime feito em 3D.

Embora o jogo seja incrível de limpo e colorido visualmente, há também uns contras bobinhos. Por exemplo: a série é bem antiga, e a habilidade de desenho da época não era das melhores. Isso leva a um número enorme de personagens com literalmente a mesma cara, mudando apenas cabelo, porte, uniforme e talvez um detalhe aqui e ali. Além disso, durante as partidas, senti uma certa dificuldade em identificar onde estava a bola e quem era quem. Pode ser porque eu já tenho 92 anos ou por não estar muito acostumado com os visuais, mas deixo aqui minha experiência.

Não só o capricho na modelagem 3D, mas também os demais detalhes do jogo são muito bem trabalhados. Um super chute, por exemplo, é repleto dos visuais, jogos de câmera, efeitos, partículas e cores, transmitindo aquela sensação empolgante com muito sucesso.

Quanto à jogabilidade, acredito que uma imagem vale mais que mil palavras:

Como já citado, Captain Tsubasa: Rise Of New Champions é um jogo de futebol arcade, e por isso ele se diferencia de outros jogos como FIFA ou PES. A física das jogadas não busca tanto realismo como nesses dois, o que as vezes te deixa um pouco na mão. Fora isso, o jogo também possui menos variações de botões e combinações para armar jogadas e dribles. Mas não se engane! É justamente pelos comandos simples que surge um estilo de jogo único e de certa forma complicado – tornando o tutorial, definitivamente, o seu melhor amigo para pegar os macetes e se adaptar ao gameplay.

Alguns dos comandos básicos que se espera num jogo de futebol, como um passe longo, estão presentes. O jogo também possui funções de dribles, só que bem mais simples. O pouco que você não vai conseguir fazer é dar aqueles dribles de Ronaldinho Gaúcho à bem entender, até porque uma tomada de bola “normal” nada mais é do que um tackle na fuça do adversário que o faz rodopiar no ar e ficar estirado no chão. 🙂 Hehe

Colocando esses elementos juntos, resumimos a jogabilidade em: dá uma cotovelada no adversário, pega a bola, corre, faz uns dribles e carrega o super chute. Tranquilo, né? Não. Apesar da simplicidade, Captain Tsubasa traz consigo uma mecânica bastante única dos jogos de futebol. A começar que dribles bem sucedidos geram bônus de atributos para o seu personagem por um determinado tempo, e todos os jogadores têm uma barra de “Garra” (ou “Spirit” em ingês). Essa barra enche sozinha enquanto o jogador corre com a bola nos pés, mas qualquer jogada melhor elaborada (investida, super chute, super defesa, cruzamento perfeito, etc.) consome uma porção dessa barra, além de que tal ação só será executada caso tenha “Garra” suficiente. Lembrem-se: o jogo é baseado num anime. Coisas forçadas e absurdas serão super comuns.

De verdade, façam o tutorial.

Você achou que tinha acabado já, né? Tem mais uma coisinha: Acredite se quiser, mas como em todo bom jogo japonês, Captain Tsubasa tem grinding! Pois – É… De início, só se tem 3 times mundiais e os colegiais da série para escolher. Se você quiser liberar mais times, é preciso jogar o jogo. Alguns deles, por exemplo, só são liberados se você atingir um determinado nível de amizade com um jogador específico daquele time.

Sim, apesar de ser um jogo de futebol, Captain Tsubasa possui dois modos de jogo chamados “Jornadas”, cada qual com uma história diferente. O primeiro conta a história de Tsubasa Oozora (ou Oliver no Brasil), um apaixonado por futebol nos seus 14 anos de idade em sua jornada dos campeonatos escolares até copas mundiais. Para quem não é muito familizarizado com a série, pode acabar não tirando muito proveito dessa história, pois alguns eventos que justificam outros não são contados. Bem, para isso, ao longo do modo single player, são desbloqueados vídeos chamados “Memórias de Tsubasa”, que mostram trechos do passado para os fãs reviverem certas cenas em traços atualizados ou para os novos ficarem conhecendo um pouco mais. O porém desses desbloqueáveis, é que as memórias vêm em ordem aleatória.

A outra jornada é de seu próprio avatar. Você levará seu próprio boneco ao topo! Também é possível customizar a aparência dele, os atributos e as habilidades no menu principal. Para tal, é necessário comprar na loja de PP (Pontos de Partida) os cabelos, uniformes, acessórios, rostos, etc. Também há “Cartões de Jogadores”, que são necessários para aumentar seu nível de amizade com os jogadores da série e aprender suas técnicas secretas futebolísticas. Além do avatar, o jogador também pode criar um “Time dos Sonhos”, configurando como bem preferir.

Vale enfatizar que a jornada de Tsubasa é recomendado pelo próprio jogo para jogadores iniciantes, pois nele você passa pelos tutoriais, os quais são bem necessários.

A trilha sonora cria todo um clima envolvente para o momento, bem como no próprio anime. Até mesmo a música da tela de menu é bem elaborada e nada enjoativa, Para quem não sabe, no anime os personagens têm o hábito de gritar o nome daquele para quem se vai jogar a bola, e o jogo replica isso igualmente. Chega um ponto que se torna engraçado você apertar o botão de passe e o boneco gritar: “TSUBASA!!” ou qualquer outro nome.

Os sons nos super efeitos, como de um super chute ou uma disputa de bola, são tão ricos e fortes que você terá certeza de não estar jogando um jogo de futebol qualquer.

Captain Tsubasa: Rise Of New Champions acerta no divertimento, por todos os seus elementos únicos, os momentos enfáticos, certa simplicidade, trazendo inclusive alguns pontos co-op bem elaborados, ou até mesmo jogar contra os amigos.