Ator de Alita: Anjo de Combate desbanca rumores sobre uma possível continuação

0
119
Alita Battle Angel 2?

Alita: Anjo de Combate pode ter lançado há alguns anos, mas o filme para os fãs ainda caiu na escuridão infinita. A adaptação live-action do anime só cresceu em força desde que o diretor Robert Rodriguez deu vida ao primeiro filme. Hoje em dia, a base de fãs do filme está mais desesperada do que nunca para ver uma sequência de Alita ser anunciada, mas os rumores mais recentes sobre esse projeto foram para o espaço – infelizmente.

A triste realidade vem de um dos atores de Alita, Jai Courtney. O ator, que estrelou ao final do filme, instigou muitos debates a alguns meses atrás com uma postagem no Instagram. Courtney tirou uma selfie enquanto patinava em um traje de mo-cap (captura de movimentos), e os fãs foram rápidos em ligar as pontas. Era semelhante ao que Courtney teve que usar quando filmou Alita, e muitos fãs encararam a foto como um teaser para o segundo filme.

No entanto, esse não era bem o caso. Em um bate-papo recente com o CinemaBlend, Courtney pediu desculpas aos fãs e disse que a foto que ele tirou não estava relacionada a um próximo filme de Alita. “Posso te dizer uma coisa, não era por causa de Alita: Anjo de Combate. Então, desculpe audiência do CinemaBlend. Foi outra coisa”, disse o ator.

Courtney passou a descrever o projeto em questão, que na verdade é uma série Netflix inspirada em um anime. (Passou perto, pelo menos.)

“Na verdade, tive a chance de fazer um episódio de Love, Death & Robots na Netflix. Alguns bons amigos meus estavam envolvidos na produção… É uma criação de Tim Miller e David Fincher, e foi uma chance de levantar do sofá durante a quarentena e fazer algo completamente diferente.”

Claramente, esta não era a notícia que os fãs queriam ouvir. Apesar da bilheteria considerável, Hollywood não comentou sobre qualquer sequência do filme. Mas, como o ‘Exército Alita” continua a aclamar por uma sequência, só podemos esperar que seus apelos se tornem muito altos para a Disney ignorar.