Ken Watanabe e Koichi Sato vão estrelar filme da história real de Fukushima
20.11
2018
Ken Watanabe e Koichi Sato vão estrelar filme da história real de Fukushima

A Kadokawa Corporation anunciou que seu mais recente filme, Fukushima 50, será estrelado por Koichi Sato (Terminal, Unforgiven) e indicado ao Oscar Ken Watanabe (Inception, Letters from Iwo Jima). O filme será dirigido por Setsuro Wakamatsu (The Unbroken, Whiteout).

Fukushima 50 é baseado no livro On the Brink: A História Interna de Fukushima Daiichi, de Ryusho Kadota, e relata as conseqüências do terremoto no Grande Leste do Japão, o tsunami e os colapsos que se seguiram na usina nuclear de Fukushima Daiichi. O filme acompanha os 50 trabalhadores corajosos – incluindo o supervisor de turno Isaki (Koichi Sato) e o superintendente local Yoshida (Ken Watanabe) – que arriscaram suas vidas e permaneceram na fábrica para evitar a destruição total dos reatores superaquecidos e minimizar a devastação.

Delineando sua visão para o projeto, o diretor Setsuro Wakamatsu disse: “O acidente de Fukushima abalou não apenas o povo do Japão, mas também em todo o mundo. Este filme é sobre os trabalhadores de usinas na linha de frente que enfrentaram uma crise sem precedentes e arriscaram suas vidas para salvar suas famílias, sua cidade natal e evitar um desastre de magnitude global ”.

O representante do produtor, Tsuguhiko Kadokowa, acrescentou: “Quase sete anos se passaram desde que o terremoto de Tohoku atingiu o Japão. Esta é a história não contada dos heróis anônimos que não apareceram nos noticiários, mas como civis japoneses, devemos nos orgulhar deles e reconhecê-los por sua bravura. Os seres humanos são impotentes diante de desastres naturais e nada poderia ter protegido a planta contra o terremoto e o tsunami, então o que eles conseguiram foi extraordinário. Nós da Kadokawa estamos orgulhosos de ter reunido a melhor equipe criativa do aclamado diretor Setsuro Wakamatsu e seu elenco, incluindo Koichi Sato e Ken Watanabe para fazer justiça à mais importante das histórias.”

O drama de sobrevivência tenso e cheio de ação baseado na incrível história verdadeira foi escrito por Yoichi Maekawa (Gunji Kanbei, Shéhei Nozaki, The Auditor).

Às 14h46 de sexta-feira, 11 de março de 2011, ocorreu o maior terremoto registrado no Japão. A magnitude devastadora do terremoto causou um tsunami que atingiu a usina nuclear de Fukushima Daiichi. O tsunami danificou o sistema de resfriamento dos reatores na usina de energia, causando explosões de gás de hidrogênio e um aterrorizante colapso nuclear.

Confrontado com o conhecimento de que se a usina fosse abandonada, o colapso nuclear poderia afetar a vida de 50 milhões de pessoas que viviam em um raio de 250 km da usina, 50 trabalhadores, apesar do risco de envenenamento por radiação e conseqüências possivelmente fatais, se ofereceram para continuar uma potencial missão suicida e retornou a uma usina nuclear perigosamente radioativa para evitar a catástrofe.

Na linha de frente estava o supervisor de turno, Isaki (Koichi Sato), que estava diante de uma série de situações imprevistas e decisões incrivelmente desafiadoras para tentar estabilizar os reatores, que estavam à beira de perder o controle. Enquanto isso, o superintendente do local Yoshida (Ken Watanabe) tinha a responsabilidade de assumir a situação e sua equipe, enquanto tentava transmitir a gravidade da situação à sede, que não compreendia a escala de destruição. Finalmente, a Força de Autodefesa do Japão foi enviada e a Operação Tomodachi foi lançada pela Força Aérea dos EUA para prestar socorro às vítimas de desastres.

Essas pessoas corajosas foram apelidadas de “Fukushima 50” pela mídia internacional. Esta é a sua história, as pessoas que lutaram e venceram essa batalha.

Fukushima 50 marca o 106º filme de Sato, e ele explicou sua importância: “Para seguir em frente, temos que aprender a deixar o passado para trás, nunca desistir de tentar e aprender com nossas falhas. No entanto, existem eventos em nosso passado que nunca devemos esquecer de garantir que essas situações nunca aconteçam novamente. Em 11 de março de 2011, as circunstâncias no Japão levaram a tal tragédia e desastre. Juntamente com o Sr. Wakamatsu e o Sr. Watanabe, espero que fazendo com que este filme irá lembrar as futuras gerações deste evento e a bravura daqueles que vieram para o resgate e arriscaram suas vidas para proteger suas comunidades”.

“Eu prometi a Koichi que eu faria qualquer papel em seu próximo filme”, ​​acrescentou Watanabe. “No entanto, este foi um filme desafiador para fazer parte de quando o povo de Fukushima ainda está sofrendo tal perda e devastação. Minha esperança é que, junto com o elenco maravilhoso e a direção de Wakamatsu, façamos um filme que mostre a intensidade e a bravura dessas pessoas que impediram uma tragédia de proporções épicas”.

A filmagem principal começará no final de novembro de 2018 no Japão para uma previsão de lançamento em 2020.

Primeiro Batman antes de Bruce Wayne. Extrovertido e sem graça. Uma mistura de piadas ruins e clichês, e um senso de humor gigante para rir delas. Editor chefe do GeekSaw. Apaixonado pela “Bigscreen” e por tudo que é novidade.


GeekSaw • www.geeksaw.com.br
Tema por Gabriela Gomes