Reboot do filme de As Tartarugas Ninja está em desenvolvimento

0
3

Após a decepção nas bilheterias do último esforço para os cinemas da amada franquia de ação de ficção científica, a Nickelodeon está olhando para um reboot da franquia de filmes das Tartarugas Ninja mais uma vez com um novo filme em CG, de acordo com a Deadline.

O novo filme está programado para ser produzido por Seth Rogen, Evan Goldberg e James Weaver através de sua empresa Point Grey Pictures e conseguiu Jeff Rowe (Gravity Falls, Connected) para liderar o projeto enquanto Brendan O’Brien é colocado para escrever o script.

“Adicionar o gênio de Seth, Evan e James ao humor e à ação que já é parte integrante das Tartarugas Ninja tornará isso uma reinvenção de próximo nível da propriedade”, disse Brian Robbins, presidente da Kids & Family da ViacomCBS, em um comunicado. “Estou ansioso para ver o que eles fazem, e sei que Ramsey Naito e sua equipe estão entusiasmados por levar a Nick Animation Studio para outra ótima direção com seu primeiro filme em CG”.

O novo filme não só marcará a primeira vez em mais de uma década que um filme das Tartarugas Ninja foi completamente animado, mas também marca a primeira produção teatral em CG da Nickelodeon Animation Studios, com Ramsey Naito, vice-presidente executivo de produção e desenvolvimento de animação, supervisionando o projeto para a Nickelodeon enquanto Josh Fagen supervisiona a Point Grey Pictures.

Originalmente criados em 1984 com a história em quadrinhos da Mirage Studios, os heróis titulares foram trazidos à vida pela primeira vez na tela pequena com a série de TV 87, antes de aparecerem na tela grande em 1990 no New Line Cinema, com o filme ganhando grande sucesso de bilheteria e gerando uma franquia de três filmes. Após uma adaptação CGI inicial em 2007, a franquia seria revivida em 2014 com um filme teatral híbrido live-action / CGI produzido pela Platinum Dunes e Paramount Pictures, de Michael Bay, com o primeiro sendo criticado pela crítica, enquanto o último recebeu críticas melhores do que sua antecessor, porém, foi um fracasso comercial, levando à demolição de um terceiro filme.

Um reboot foi anunciado inicialmente em 2018, com Bay, Andrew Form e Brad Fuller voltando à produção e Andrew Dodge (Bad Words) definiu o roteiro, mas depois de um ano de desenvolvimento, o co-criador Kevin Eastman confirmou em uma entrevista que a Paramount teve respostas negativas aos dois últimos filmes “ao coração” e que estavam demorando para entregar “o tipo de coisa de próximo nível”.