Terry Gilliam estava fazendo um filme perdido de Stanley Kubrick antes da pandemia

0
252

Como se os fãs de cinema precisassem de outro motivo para ficar entristecido, agora estamos aprendendo sobre outra vítima de filme comovente do bloqueio pandêmico. De acordo com o canal italiano La Repubblica (via The Playlist), Terry Gilliam (Brasil, Fear and Loathing in Las Vegas) foi escolhido para filmar Lunatic at Large, um projeto originalmente desenvolvido por Stanley Kubrick, em setembro, antes dos bloqueios obrigarem o projeto a entrar em colapso.

“Eu estava fazendo um filme que originalmente era uma idéia de Stanley Kubrick”, disse Gilliam. “Havia um roteiro e eu tinha um elenco, mas o bloqueio arruinou tudo.”

A história original está na veia de um mistério sombrio de Agatha Christie, no qual uma pessoa do grupo é uma fugitiva de um hospital psiquiátrico próximo. Kubrick encomendou originalmente o roteiro do Lunatic at Large do romancista Jim Thompson (The Killer Inside Me, The Grifters) no final dos anos 50, depois de trabalhar anteriormente com Thompson em The Killing and Paths of Glory. Era para ser seu próximo filme após Spartacus dos anos 60, mas o manuscrito foi perdido entre os arquivos abundantes do cineasta até sua morte em 1999. O genro de Kubrick, Philip Hobbs, vem tentando iniciar o projeto desde então. 2011 Scarlett Johansson e Sam Rockwell foram acompanhados pela estrela e Chris Palmer (O Garoto com Dedos de Chocolate) para dirigir a partir de um roteiro de Stephen R. Clarke.

Este não seria o primeiro projeto que Gilliam tentou envolver personagens de Carnival. Ele já havia tentado trazer o romance Geek Love de Katherine Dunn para a tela, assim como o Sr. Vertigo, de Paul Auster, os quais ocorreram em meio a espetáculos de circo. Ele também deve produzir o filme The White Circus, que ainda está em desenvolvimento e envolve um urso de circo falante.

Em vez de trabalhar em Lunatic at Large, Gilliam está trabalhando em um novo livro, comentando: “No momento, o que tenho feito é trabalhar em um livro dos meus storyboards para todos os filmes que terminei”. Seu filme mais recente foi O Homem que matou Don Quixote, que o cineasta concluiu após décadas de falsos começos.

Você está animado com uma combinação de Kubrick e Gilliam? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!