Resenha - Caçador em Fuga (Editora Leya)
24.10
2017
Resenha – Caçador em Fuga (Editora Leya)

“Se o coração estivesse batendo em seu peito, teria parado na mesma hora, horrorizado, conforme a memória retornava. Ele se lembrava. Talvez tivesse sido melhor morrer e ir para o Inferno.”

 

A Editora Leya nos trás a ficção científica Caçador em Fuga, escrita em conjunto pelos autores George R. R. Martin, Gardner Dozois e Daniel Abraham. No total, a obra demorou 30 anos para ser escrita, passando pelas mãos dos três até ser finalizada e chegar ao leitor.

Nós já começamos o livro acompanhando o desespero de Ramón Espejo para descobrir em que condições ele está. Ele se encontra num lugar que não faz ideia de onde seja, muito menos se é real ou não. A cena é bem detalhada e é possível se apavorar e se intrigar juntamente com o protagonista. Pouco depois, ele se descobre capturado por alienígenas, que querem usá-lo para encontrar outro ser humano fugitivo. Agora, Ramón está caminhando em uma parte jamais explorada do planeta, juntamente com um dos alienígenas, que está lá garantindo que ele vai cumprir seu destino.

O livro é divido em partes. Na parte Um, além de conhecermos mais sobre Ramón (como era facilmente irritável, alcoólatra, briguento e gostava de estar sempre sozinho e afastado das pessoas), vamos descobrindo como, depois de se envolver em uma briga e tentar fugir até as coisas se acalmarem, ele acaba estando no lugar errado, na hora errada, e sendo pego pelos alienígenas. Mas é durante a segunda parte do livro e da leitura em si que descobrimos tanto as lembranças frívolas, como o motivo que o levou para fora do planeta Terra. Ao longo do livro, somos apresentados à realidade e a fauna desse lugar futurístico, uma realidade onde os humanos migraram para um outro planeta há menos de meio século. Em poucas páginas você consegue entender como funciona a cultura e hierarquia daquele novo planeta.

Com a perda de memória e recuperação lenta de Ramón, podemos compreender um pouco mais de seu passado conforme ele mesmo se lembra. Vamos entendendo o que aconteceu com a humanidade que tinha o sonho de colonizar novos planetas e acabou dando de frente com diversas raças alienígenas que tinham conseguido realizar esse sonho antes. Ao mesmo tempo, explica também quais foram as dificuldades enfrentadas por todas as raças na questão de segurança e diplomacia dessas novas conquistas. Ao longo da história de Ramón, a história da própria humanidade vai sendo trazida à tona naturalmente, sem explicações demasiadas. As informações chegam aos poucos, deixando a sensação de querer virar a próxima página sem demora, em busca de novas informações.

Os capítulos são curtos e bem divididos, deixando a leitura mais engajada e tanto no início como no final do livro podemos encontrar um mapa com os principais lugares onde a história se passa. Por ter passado anos no processo de escrita, o livro talvez use de algumas expressões que podem ofender algumas pessoas; além de conter palavras de baixo calão, o que pode não ser indicado para todas as idades.

A cada capítulo o livro se torna mais interessante, onde a premissa nunca é esquecida, mas certamente aqui a jornada tem um sabor todo especial. A vontade de ler cresce cada vez mais, não para chegar rapidamente ao final, mas para entender mais das relações entre os personagens. É incrível a habilidade dos autores de não manter o foco em uma história só, mas ir transformando ela sem perder o sentido e sem deixar o leitor confuso.

O desenvolvimento dos personagens merece uma menção honrosa: se você gosta de vilões e mocinhos bem demarcados, não é aqui que você encontrará isso. Definitivamente Ramón não é o mocinho da história, mas durante a leitura nos afeiçoamos a ele, assim como ao alienígena que o acompanha durante a caçada, o que torna todas as decisões ao longo da história mais difíceis.

Não se engane: espere uma história muito mais profunda e complexa do que ela se apresenta no começo; o livro é intenso do início ao fim e é uma ótima pedida para quem quer iniciar no mundo sci-fi.

Título: Caçador em Fuga

Editora: Leya

Idioma: Português

Autores: George R. R. Martin, Gardner Dozois e Daniel Abraham

Páginas: 299

Designer gráfica, Just Dancer, Youtuber nas horas vagas, amo livros e coelhos apesar de os dois não se darem muito bem. Não vivo sem minha dose de Mistério e Terror pra deixar essa vida pacata mais interessante.


GeekSaw • www.geeksaw.com.br
Tema por Gabriela Gomes